Um grupo de amigos que adora falar sobre jogos, filmes, seriados e outras coisas geek.

Morre Fabio Pancheri, ex redator da clássica revista Super Gamepower, e eterno moderador do Fórum UOL Jogos

Morre Fabio Pancheri, ex redator da clássica revista Super Gamepower, e eterno moderador do Fórum UOL Jogos

Fabio Pancheri, Jornalista de games

 

Sexta feira foi um dia triste para o universo geek nacional, pois tivemos o falecimento do Fabio Pancheri aos 50 anos, vítima de ataque cardíaco. Ele deixa mulher, um filho, família, amigos e uma legião de fãs do seu trabalho. Ele dedicou a sua vida profissional aos vídeo games, sendo um dos pioneiros em uma época que não estava ainda claro que essa mídia seria muito mais do que um brinquedo sofisticado para crianças. Ele entendeu o potencial desse novo mercado e resolveu investir nela, se tornando um dos primeiros jornalista de games aqui no Brasil, o que o levou a se tornar redator de uma das melhores revistas da época, a saudosa Super Gamepower, um amálgama dos sonhos entre a Super Game (que só tratava de jogos da Sega) e a Gamepower (que cobria os jogos da Nintendo). Ela contava com um divertido grupo de personagens semi-fictícios que garantiam o lado divertido da revista, que somava à qualidade da informação divulgada. 

Mas a fama do Pancheri veio mesmo com o seu trabalho na moderação do Fórum UOL Jogos. Ele foi mais que um moderador, pois ele ajudou a empresa a entender o potencial daquele fórum e por isso é considerado quase como o seu criador, e sua atuação carismática o tornou em uma pessoa extremamente querida, em um cargo que em geral resulta em muita antipatia. 

Um fórum no final de contas não é nada sem a sua comunidade, e aqui sim podemos afirmar com segurança que o Pancheri foi o maior responsável pela criação de uma das comunidades mais antigas e atuantes da internet brasileira, ultrapassando até mesmo a esfera dos games. Ele atuou em favor da criação do famoso VT, o sub-fórum do UOL jogos em que (dentro das regras) valia tudo, um espaço que se tornou quase que uma casa para muitos jovens se divertirem criando o que nem se chamava de memes na época, e fazendo amigos. Nesse ponto o Pancheri também atuou diretamente, marcando alguns encontros na sua própria casa, eventos que antes mesmo do seu falecimento já eram considerados lendários. Todos que participaram deles o descreveram como uma pessoa humilde e caridosa, com quem puderam conversar por horas sobre o amor em comum pelos games, e também pegar dicas profissionais. 

Uma grande perda, como pessoa e como profissional dedicado. 

 

 


Reader Comments

    1. É mesmo uma pena, não o conheci mas ele foi uma presença marcante na minha vida. E 2018 foi mesmo um ano bem fúnebre, ainda tivemos a morte do Steve Ditko, o Homem aranha ficou órfão numa tacada só.

Leave a Reply

Your email address will not be published.